Volver a la pagina anteriorVOLVER 


Arucas

Datos geográficos. O Múnicipio de Arucas está situado na costa norte da ilha de Gran Canaria e ocupa uma superficie aproximada de 33,15 kilómetros quadrados, extendéndo-se desde a costa até as medianías, por encima dos 600 metros sobre o nível do mar. Trata-se de uma área muito marcada pela sua tradição agrícola, onde podemos encontrar parcelas de cultivos, estanques, acequias e bancales, que definen em grande medida o paisaje do municipio. A cidade de Arucas distancia da capital da Ilha uns 12 kilómetros e assenta-se na ladeira meridional da montanha do mesmo nome. A aparição do vulcão provocou o encerramento dos antigos barrancos e gerou, pelo lado sul, uma cova que posteriormente trasformou-se no que actualmente se denomina a Vega de Arucas.

Historia. As primeras referencias históricas da antiga Arehuc o Arehucas, denominada assim pelos aborígenas canarios, remontan-se a alguns anos antes da conquista e incorporação de Gran Canaria a Coroa de Castilla, a finais do século XV. A antiga população foi destruida na primera incursão que fez Juan Rejón em 1479. Dois anos depois, o célebre caudilio aborigem Doramas perdía a vida na conhecida Batalia de Arucas, nas mãos de Pedro de Vera, sucessor de Juan Rejón. Em 1503, a fundação de Arucas era um feito ao configurar-se o primero núcleo urbanístico da vila em torno a antiga capela de São João. Em esta segunda mitade do século XIX suceden-se os cultivos em diferentes etapas de auge económico: leitão, cana de azúcar, em menor medida o tabaco, e por último a banana, que alcanzou a sua maior expansão durante o século XIX. Em esta mesma época, construiu-se uma bastante complexa rede de canais, acequias, cantoneras e embalses. A finais do século XIX produz-se a maioria das transformações arquitectónicas y urbanísticas do actual Casco Histórico. No ano 1894, à Vila de Arucas concederam-lhe o título de "Cidade".

Festas. As festa principais do municipio de Arucas é a do seu patrono, São João Batista, que se celebra cada ano o 24 de Junho. O día antes celebram-se as tradicionais fogueiras de São João, organiza-se uma feira de gado e uma romaría onde homens e mulheres vestidos de típicos dançam ao compase de uma música folclórica canaria.

 
Volver a la pagina anteriorVOLVER 
©Portaltur v1.0 2005   Aviso legal | Política de Privacidade | Informaçaõ Geral | Adicionar aos favoritos
Interreg III B - Feder