Volver a la pagina anteriorVOLVER 


¿Qué há para ver em Teror?

- Basílica à Virgem do Pino, Patrona da Diócesis de Canarias. Acha-se na Praça do Pino e o inicio de sua construcção data do ano 1767, mesmo que com posterioridade foi devido ser restaurada em varias ocasiões, sobretudo, nos anos 1968 e 1969. O templo actual, com cuberta de duas aguas, posee tres naves com catorze arcos de meio ponto sostenidos por columnas e pilastras. Sua fachada abre-se em tres portas, e seus laterais também dispõem de duas entradas, ventanais e vidrieras que representam os Misterios do Rosario. Na parte traseira do Altar Maior sitúa-se o Camarín de Nossa Senhora do Pino, uma imagem visitada frecquentemente por los feligreses. Igualmente, são destacavels os retábulos dispostos na Basílica e o reloj, donado pelo obispo Codina.

- A Praça de Teror é o centro neurálgico da vila. Desde ela podem-se apreciar os balcões típicos da arquitectura canaria que adornam grande parte do municipio. É uma praça amplia que alem de ser sitio de entrada à Basílica, é lugar de passo no casco histórico do municipio.

- O Fonte Agria trata-se dum dos lugares máis emblemáticos de Teror e é, alem disso, um dos principais ingresos de sua Camara Municipal. Compõe-se de tres manantiais: o Principal, do Agua Agria e do Moinho.

- O espacio protegido de Pino Santo, de grande belleza paisagística e de grande valor ecológico.

-O Parque Natural de Doramas, aonde sitúan-se os barrancos de Azuaje e Moya

- A Finca de Osorio, que engloba eoAla de la Naturaleza de Osorio.

 
Volver a la pagina anteriorVOLVER 
©Portaltur v1.0 2005   Aviso legal | Política de Privacidade | Informaçaõ Geral | Adicionar aos favoritos
Interreg III B - Feder