Volver a la pagina anteriorVOLVER 


Santa María de Guía

Datos geográficos. Santa María de Guía está situada na zona Norte de Gran Canaria. A sua superfície, que adopta uma forma triângular, é de 42,59 quilómetros quadrados e encontra-se a 180 metros de altitude. É um município marcado numa costa rochosa, aonde a heroazo foi protagonista dos seus alcantilados. O ambiente natural de Guía caracteriza-se por uma grande variedade de ecossistemas, ambientes e paisagens. Esta diversidade permitiu que grande parte dos seus espaços naturais estejam catalogados na Ley Canaria de Espaços Naturais Protegidos. Assim, nos encontramos com a Reserva Natural Especial del Brezal, o Parque Rural de Doramas, o Monumento Natural del Montañón Negro ou a Paisagem Protegida de Las Cumbres, todos estes compartidos com os municípios vizinhos.

Historia.Após a conquista de Gran Canaria, em 1483, começa a repartição das terras, e a D. Sancho de Vargas e Machuca pertencem uma loma situada entre os barrancos de las Garzas e de Guía. A história de Guía surge quando D. Sancho projecta construir uma igreja em honra a Santa María de Guía, que finalizou a sua construção em 1509. É então que a vila de Guía surge como novo núcleo populacional. Em 1526 Guía de Gran Canaria se separa administrativamente de Gáldar, uma decisão que não contou com o beneplácito dos galdenses. Durante o século XVIII, Guía alcança um dos mais destacados desenvolvimentos económicos, sociais e culturais, o que genera um forte incremento da população.

Festas. Em Guía se ressaltam as festas de grande atractivo turístico, mas delas principalmente três. Uma das mais populares são as famosas festas do Queijo, que se festejam de forma consecutiva no centro urbano de Guía e na Montanha Alta, desde a última semana de abril até os primeiros dias de Maio. O objectivo é dar a conhecer o producto mais típico do município: o queijo de Flor de Guía. A Festa de Las Marías é considerada como a de maior trascendência no município. Festeja-se no terceiro fim de semana de Setembro e tem a sua origen em1811, quando os antepassados prometeram realizar uma oferta à Virgem todos os anos depois de que esta ouvisse as suas plegas e puzesse fim à praga das lagostas que invadiam os campos. Durante os primeiros dias de agosto também tem lugar em Guía as Festas da Virgem, em honra a patroa da povoação: Nossa Senhora de Guía.

 
Volver a la pagina anteriorVOLVER 
©Portaltur v1.0 2005   Aviso legal | Política de Privacidade | Informaçaõ Geral | Adicionar aos favoritos
Interreg III B - Feder