Volver a la pagina anteriorVOLVER 


Moya

Datos geográficos. A Vila de Moya está situada no Norte grancanário e o seu território extende-se por uma superfície de 31.87 quilómetros quadrados, estando o seu centro urbano a uns 490 metros de altitude sobre o nivel do mar. No seu extremo meridional acerca-se às cumes da ilha, na zona de Moriscos, a 1.771 metros de altura. Entre barrancos e uma serie de lombos que descendem rumo à costa, aparece Moya, um espaço accidentado e cortado por profundos talhos. Nas cumes de Moya se localizam dois dos últimos vulcões grancanários: El Montañón Negro e a Caldeira de Los Pinos. Ambos se encontravam em erupçao desde algo mais de 3.000 anos. As condições climáticas desta zona determinaram que a Vila de Moya ofrecera uma extensa superficie de montever como a selva de Doramas, onde actualmente pervivem Os Tiles.

Historia. Após a conquista de Gran Canaria a finais do século XV, na ilha começou um desenvolvimento importante das actividades económicas relacionadas com a agricultura e em especial dos cultivos de exportação como a cana de açúcar. As consequências deste impulso económico foram entre outras, a criação de núcleos urbanos de nova planta como a Vila de Moya. A povoação da Vila, principalmente por agricultores, produziu-se em torno à primitiva capela em honra a Nossa Senhora de Candelaria. Em meados do século XVII produz-se um incremento da população nas zonas de mediania devido a um novo resurgir do cultivo da cana de açúcar. Nesta época, quando surgem os principais núcleos da Vila como Fontanales, Barranco del Pinar, Trujillo, Los Dragos ou El Laurel. A qualidade das terras, que possibilita uma boa produção agrícola, genera um incremento do comércio no município, tanto no mercado grancanário como no tenerifeno, ao ser o Norte uma boa zona de contacto com esta ilha. Desde entao, no século XVIII, Moya dispunha de uma população assentada maioritariamente nas medianias, zona onde o desenvolvimento agrícola e criação de gado era de grande importância. Durante o século XIX, a ocupação de habitantes também se extende ao bosque de Doramas, o que significou o seu desaparecimento como meio natural.

Festas. Moya possui um importante calendário festivo no qual se destaca a Romeria em honra a San Antonio, que se celebra no sábado mais próximo ao 13 de Junho. Outra das comemorações populares do município é a Festa da Virgem de Candelaria, patroa da Vila de Moya, que tem lugar no dia 2 de Fevreiro.

 
Volver a la pagina anteriorVOLVER 
©Portaltur v1.0 2005   Aviso legal | Política de Privacidade | Informaçaõ Geral | Adicionar aos favoritos
Interreg III B - Feder