Volver a la pagina anteriorVOLVER 


Ingenio

Datos geográficos. Ingenio está situado no sudoeste da ilha de Gran Canaria e o seu território, de 38 quilómetros quadrados, situa-se numa pendente de 1.200 metros de altitude sobre o nivel do mar no seu ponto mais alto, na Caldeira de Los Marteles, até chegar aos 310 metros de altura na zona do centro de Ingenio. A suave rampa sobre a que se dispõe o município até chegar ao mar é ainda mais prominente na zona do Barranco de Guayadeque. A costa do município extende-se ao longo dos 3 quilómetros, nos quais a ausência de alcantilados e de accidentes lineais é a nota predominante.

Historia. Durante a colonização de Gran Canaria e a repartição das terras entre os estamentos implicados na conquista, o senhorío de Agüimes passou a formar parte do património da igreja. Este território caracterizava-se pela disposição de extensas terras de cultivo a ambas margens do Barranco de Guayadeque, regadas pelos manantiales deste barranco. Na margem esquerda de Guayadeque se situava o pago de Ingenio, que se dedicou ao cultivo da cana de açúcar, impulsado pelos colonos portugueses que se assentaram na ilha. Foi Alonso de Matos, comerciante português, aquele que construiu o primeiro “ingénio” açucareiro no Vale de Aguatona. Em torno a este complexo industrial foi-se assentando nesta zona uma grande mayoría de famílias. Em meados do século XVI, este crescimento demográfico proporcionou a construção de uma capela, antecedente da actual Igreja de La Candelaria. O desenvolvimento agrícola da zona incrementou ainda mais a população da vila nos séculos XVI e XVII. Mas nos finais deste século, e devido a que os recursos naturais de Ingenio não podem sustentar a população, inicia-se uma grande migração dos nucleos mais importantes. No século XIX, Ingenio torna-se independente da Vila de Agüimes e converte-se na entidade municipal, depois da autorização, por parte da autoridade eclesiástica, de que a pequena capela de La Candelaria se constituía parroquia independente em 1815.

Fiestas. A festa em honra a patroa de Ingenio se celebra na primeira semana do mês de Fevreiro no centro antigo. Trata-se da festa em Honra a Nossa Señora de la Candelaria. Nela se juntam todos os nativos da zona para realizar uma romería dedicada a Virgem, que se acompanha de actuações folclóricas e feiras de gado. Ao concluir a romeria celebra-se o popular Baile de Taifas, na que participam diferentes grupos folclóricos.

 
Volver a la pagina anteriorVOLVER 
©Portaltur v1.0 2005   Aviso legal | Política de Privacidade | Informaçaõ Geral | Adicionar aos favoritos
Interreg III B - Feder